Sem arrependimentos

set. 30

“Se eu for embora, promete que vai me escrever? Promete – em um ato de loucura - me procurar até os confins do mundo? Promete sentir saudades? Ligar-me de hora em hora, pra saber como estou? Ver-me nos rosto das pessoas que estão ao seu redor? Promete? Promete inspirar bem fundo, naquela camiseta que eu esqueci em sua casa, só pra sentir o meu cheiro? Se eu for embora, promete não me esquecer, nunca?” — Jhennifer Werneck

(Fonte: segredou, via segredou)

“Às vezes chegamos à desacreditar naquilo que realmente queremos, deixamos de lutar, deixamos de viver, e tentamos apenas sobreviver.” — Jackelaine Lima 

(via effectum)

“Eu ainda procuro as causas perdidas. Não consigo acertar no que quero pra mim, sempre escolho o que não tem esperança, o que não vai acontecer ou que vai me magoar. To vivendo no meio da loucura, sem sabe o que fazer com o que sinto. O coração tentando ficar seguro e eu implorando por um pouco de coragem para aprender a dar adeus as coisas ruins.” — Learning how to write my story

(Fonte: sonhavas, via effectum)

“Eu queria ser engraçada. Dizem que as pessoas se apaixonam por quem é assim. Eu queria saber falar melhor das coisas que você provoca em mim, desde os medos até as curiosidades. E queria, principalmente, me admitir fraca sem a menor culpa, mas você não precisa saber disso. Eu queria ser o melhor, para mim, para ti, para nós, mas acontece que eu sempre escapo da estrada boa, tenho mania de precisar passar por muitos buracos até entender que nem tudo precisa ser tão difícil e dolorido. Quando eu escrevo, falo alto demais, e nessas de gritar pode ser que você se ensurdeça ou enlouqueça quando não entender nada. Eu queria, também, poder entender melhor, mas não entendo nada, por isso, não se esforce, eu quase não valho a pena. Talvez eu valha a pena nos dias pares, porque sempre gostei mais deles, mas nos dias ímpares nem a minha sombra vale. Ou vice-versa, não sei se isso é uma regra, ainda não decidi. Eu queria escutar mais música alternativa, essa que as pessoas dizem que é pura cultura, ou ler os clássicos que todo mundo leu enquanto eu gastava tempo com livros desconhecidos. Saber dançar melhor é outra coisa que eu queria, esse tipo de gente também leva lá as suas vantagens. Ter um gosto refinado para vinhos, ser boa em arquitetura , um sorriso menos torto e menos cara de quem sempre perde. É, eu queria ter o ar dos vencedores, quem sabe isso te prendesse mais em mim, demonstrasse confiança, mas eu só sei tremer de medo em silêncio. E você dorme, não vê tudo isso e mesmo assim me vê de um jeito que o espelho não me conta. Eu queria ser metade do que você vê. Metade do que as revistas dizem que devemos procurar em alguém. Metade do que os meus sonhos pedem. Eu queria ser quem te falasse ao invés de te escrever. Mas o que sou, entre linhas, entre erros e acertos, sorrisos tortos e gostos trocados, é tudo teu.” — Camila Costa.  

(Fonte: camilacosta, via auroriar)

“Acho o seu sotaque e o modo com que fala cantado a coisa mais encantadora do mundo, todos deveriam pronunciar as palavras assim. Todo mundo diz que você fala coisas sem sentido, mas eu não digo. Quando você pronuncia meu nome nada mais faz sentido, é como se o mundo se embaralhasse.” — Gabito Nunes.  

(Fonte: classificar, via auroriar)

“Eu admito ter uma personalidade difícil. Muitas vezes levar as brincadeiras muito a sério, e descontar tudo em você. Eu sei, as vezes parece que faço tudo errado. Você deve até pensar que eu não sou a pessoa certa, mas acredite tudo que eu faço e machuca você, quando eu percebo dói mil vezes mais em mim. Me perdoe por ser assim tão incontrolável, é que me sinto tão vulnerável a ponto de ter medo de lhe perder, em qualquer hora do dia, em cada manhã que eu abro meus olhos e tenho um pressentimento ruim, como se você não fosse estar mais lá, me esperando, me amando. Tenho medo de perder tudo o que eu sempre quis ter. Medo de perder você.” — Dois tons de amor.

(Fonte: doistonsdeamor, via auroriar)

set. 29

“Às vezes, quando amamos alguém muito, mas muito mesmo, ficamos desejando achar um jeito de mostrar quanto nossos sentimentos são grandes.” — Adivinha quanto eu te amo - Sam Mcbratney 

(Fonte: segredou, via segredou)

set. 28

"Você coloca a coisa que te mata entre os dentes, mas nunca dá a ela o poder de te matar."

"Você coloca a coisa que te mata entre os dentes, mas nunca dá a ela o poder de te matar."

set. 27

“Eu te entendo, sei que você tem todos os motivos do mundo pra estar com medo e desconfiar do nosso futuro juntos, mas quero que entenda que eu estou e sempre vou estar ao seu lado. Por mais que briguemos todos os dias, por mais que você grite comigo, eu não consigo ficar sem você, e não posso passar uma noite se quer sem você comigo. Obrigado por me aturar, aguentar minha bipolaridade e minhas grosserias, me apoiar e me desculpar mesmo quando estou super errado. Estou me esforçando pra te fazer feliz, mesmo que este não seja o melhor de mim. Vou me dedicar pra que a gente vire “nós”. Eu te amo já te disse isso, sei que não foram tantas vezes tanto quanto você. Mas isso é porque eu aprendi da forma mais difícil possível que “eu te amo” não é “oi” que se fala o tempo todo. Espero que me entenda e perdoe minhas falhas, quero o nosso melhor.” — Ps: eu te amo.   

(Fonte: coudlks, via segredou)

“Estou chorando pela perda de algo que nunca tive. Que ridículo. Chorando por algo que nunca existiu.” — 50 Tons de Cinza 

(Fonte: almador, via segredou)